Club de
Assis-Fraternal

Mostrando todas as publicações do Clube

Realizado o 11º EcoRotary em Panorama com limpeza do rio

Foi realizado na semana passada na cidade de Panorama, na divisa entre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, em pleno Rio Paraná, mais uma edição do EcoRotary, promovida pelo Rotary Club de Panorama, no Distrito 4510 do Rotary International, quando foram realizadas exposições sobre educação ambiental, plantio de árvores, Rotary International e limpeza de parte do Rio Paraná, além da novidade desta 11ª edição que foi o concurso de redação para alunos do 1º colegial do ensino médio. “Foi uma experiência incrível em que os clubes da região se mobilizaram num interclubes e realizaram uma atividade dentre uma das ênfases que pede o Rotary International”, disse o Governador do D4510 do RI, o meteorologista Maurício de Agostinho Antonio, associado do Rotary Club de Bauru-Terra Branca, presente no encontro. De acordo com o presidente do Rotary Club de Panorama, Wilson Lopes Lima, o evento contou com a participação dos rotarianos do Rotary Club de Tupi Paulista, Rotary Club de Dracena e Rotary Club de Dracena-Imperial. “Foi um trabalho que envolveu toda a região, culminando com o evento na beira do rio com a limpeza, plantio de árvore e as exposições”, falou o dirigente rotário da cidade de Panorama, sede do encontro interclubes que há 11 anos acontece com esta ênfase ecológica. “Os alunos que participaram do concurso de redação receberam medalhas e brindes”, recordou o dirigente panoramense, o anfitrião do evento rotário que entregou, juntamente com os demais parceiros e autoridades presentes, um “tablet”, para o primeiro colocado do ensino médio, e uma bicicleta para o primeiro colocado entre os municípios. Nas primeiras horas o dia barcos divididos em grupos realizaram a limpeza de parte do Rio Paraná, quando ao final da manhã, retiraram aproximadamente cinco toneladas de lixo, que parte delas, foram encaminhadas para a cooperativa de reciclagem apoiada pelo Rotary Club de Panorama. “Foram plantadas mais de 10 mudas de árvores nativas, com espécies raras”, recordou Maurício de Agostinho Antônio que participa do evento pela primeira vez. “A palestra foi com o professor da Unesp, Vitor Correa, que nos falou sobre a importância da água doce, em homenagem ao “Dia do Rio”, celebrado mundialmente dia 24 de novembro”, destacou Marival Ferreira, do Rotary Club de Panorama, que participa do evento desde a primeira edição. “Desta vez diminuímos o número de exposições para premiar os alunos”, explicou ao dizer que em todas elas o Rotary tinha que ser mencionado, principalmente dentro dos projetos criados e sugeridos, como ações específicas do EcoRotary. Para Marival Ferreira este ano com as presenças dos alunos o evento passou a ter uma dimensão e envolvimento maior com as comunidades. “Foram apresentados a eles o que é o Rotary, a Fundação Rotária e as ênfases em que os nossos projetos são baseados, para que eles pudessem pesquisar e desenvolver não só uma redação, como um projeto sócio ambiental que pode ser criado a qualquer momento em favor do meio ambiente da cidade”, disse a rotariana. “Acredito que esta ação fez um trabalho de imagem pública muito forte na comunidade”, acredita ao elaborarem o material com as marcas padronizadas e espaço suficiente para que os alunos escrevessem e explicassem o projeto. “No ano que vem vamos melhorar essa ideia e talvez ampliar o número de dias”, planeja a rotariana. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – ME

Postado em 05 de Dezembro de 2017

Reunião Festiva para entrega do cheque à AVCCA e ao CAPSA. Entrega de lacres ao Rotaract Assis.

Entregamos cheque no valor de R$ 15.000,00 à Associação de Voluntários de Combate ao Câncer de Assis, fruto do 5º Jantar Rosa. Entregamos cheque no valor de R$ 350,00 ao Capsa Assis e entregamos lacres ao representante do Rotaract Assis. Nesta festiva, doamos sacos para plantio de mudas à Prof. Renata Udulusch responsável pelo núcleo de Biologia da Unesp Assis.

Postado em 28 de Novembro de 2017 por Rotary Club de Assis Fraternal

Clube prudentino promove encontro sobre o Rotary

Os rotarianos que fazem parte do Rotary Club de Presidente Prudente-Sul, no Distrito 4510 do Rotary International, na região oeste do interior do Estado de São Paulo, promoveram recentemente em uma das reuniões ordinárias do clube, um encontro específico sobre o Rotary International, quando o jornalista Márcio Cavalca Medeiros, associado do Rotary Club de Marília-Pioneiro, foi convidado para apresentar o tema: “Por que estou no Rotary e continuo”, com depoimentos e explicações sobre a organização mundial. “Foi uma excelente oportunidade para revermos alguns conceitos e detalhes sobre o Rotary”, disse o presidente do clube rotário prudentino, Paulo Roberto Montefusco, ao convocar todos os associados do clube e convidados. Na exposição que fez Márcio Cavalca Medeiros procurou questionar alguns comportamentos rotários, bem como refletir sobre muitos conceitos da organização internacional. “Minha função é provoca-los para que observem alguns detalhes que fazem a diferença dentro do Rotary”, justificou o convidado que durante aproximadamente 60 minutos mostrou detalhes conceituais, curiosidades, exemplos, depoimentos, práticas rotárias, Fundação Rotária e Programa Pólio Plus, dentre outros. “Foi uma enxurrada de informações interessantes sobre a nossa organização”, disse o médico Dauto de Almeida Campos, um dos associados do clube de longa data. “Uma demonstração do quanto o Rotary evolui rapidamente, para aqueles que ainda enxergam um Rotary de antigamente”, comentou o rotariano prudentino que esteve como Governador do Distrito 4510 do Rotary International, na Gestão 1981-82. De acordo com Márcio Cavalca Medeiros é preciso que se dedique dentro das reuniões ordinárias dos clubes rotários, mais tempo para se falar sobre a organização mundial e os programas humanitários existentes. “Precisamos falar mais sobre o Rotary dentro das reuniões rotárias”, defendeu o jornalista que esteve como Governador do Distrito 4510 do Rotary International, na Gestão 2011-12. “Tenho sugerido aos clubes que introduzam: Educação Rotária (que fala sobre o comportamento do rotariano); Instrução Rotaria (comentar o Estatuto e Regimento Interno do Clube) e Informação Rotária (os acontecimento sobre o Rotary no Brasil e no Mundo)”, explicou o rotariano mariliense, que tem visitado diversos clubes no Brasil para mostrar a importância de se conhecer melhor a organização em que os rotarianos fazem parte. Para o empresário Vilcio Caetano de Lima, associado do Rotary Club de Presidente Prudente-Leste, convidado da noite, o evento foi oportuno para os rotarianos mais antigos e mais novos. “Foi uma chance muito boa para que as pessoas reflitam sobre o que foi dito e vejam como são importantes para o Rotary”, falou o convidado que também esteve como Governador do Distrito 4510 do Rotary International, na Gestão 2014-15. “Tema envolvente e que faz a gente pensar como o Rotary é importante na vida das pessoas”, comentou ao considerar pertinente as questões apresentadas, e principalmente os relatos de experiências pessoais, vividas por causa do Rotary. “Estes exemplos de gratidão ao Rotary são exemplos claros que o Rotary tem que fazer a diferença nas vidas das pessoas”, disse o dirigente rotário satisfeito com o encontro realizado. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – METelefone:(14) 98137.7189 (Vivo)

Postado em 28 de Novembro de 2017

Rotarianos promovem ação para beneficiar entidades

Os rotarianos que fazem parte do Rotary Club de Marília-Pioneiro, no Distrito 4510 do Rotary International, na região centro oeste do interior do Estado de São Paulo, promovem no próximo dia 29, quarta-feira, no salão de festas da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Marília, a partir das 20 horas, mais uma edição do Festival de Prêmios, que beneficiará este ano as seguintes entidades: Espaço Potencial, Santuário da Glória, Restaurante Infantil, Fundação Rotária, e SPADDEF Protetora dos Animais Domésticos. “Serão cinco entidades beneficiadas numa única ação”, disse a presidente do clube rotário mariliense, a advogada Angela Cecília Giovanetti Teixeira. Esta ação é realizada anualmente pelos rotarianos, sempre no segundo semestre do ano. “Estamos na 17ª edição, e sempre conseguimos o envolvimento das entidades, que vendem as cartelas com a renda totalmente para elas”, disse a coordenadora do programa, a empresária Lúcia Helena Zanella Lima. “Cada entidade participante recebe uma quantidade de cartelas”, explicou. “Essa quantidade de cartelas, o que eles venderem é deles”, disse. “Assim sendo, quanto mais ele venderem, mais eles ganham”, falou a rotariana que está a frente do programa há 16 anos, desde a primeira edição. “Nosso clube foi quem organizou todo o evento, buscou patrocínio e iremos trabalhar no dia do evento”, anunciou. “E todas as vendas das cartelas que os rotarianos venderem a renda será destinada para a Fundação Rotária”, comentou Lúcia Helena Zanela Lima. Serão quatro etapa com dois prêmios cada. Na Série A será o valor de R$ 30,00 na quina, e R$ 50,00 na cartela cheia; Na Série B serão R$ 50,00 na quina e outros R$ 100,00 na cartela cheia; Na Série C serão R$ 70,00 na quina e mais R$ 150,00 na cartela completa; Na última série, a “D”, serão R$ 100,00 a quina e ainda R$ 450,00 na cartela completa. “São R$ 1.000,00 em prêmios em dinheiro, entregue na hora”, destacou Lúcia Helena Zanella Lima que acredita num bom número de participantes que serão convidados pelas entidades envolvidas que se comprometeram a vender as cartelas pelo valor de R$ 10,00 cada. “Somente a Fundação Rotária receberá R$ 1.800,00 se todas as cartelas do Rotary forem vendidas”, exemplificou. As pessoas que quiserem participar do evento podem entrar gratuitamente e os rotarianos venderão cartelas no local para aqueles que quiserem mais ou que não tenham. Haverá venda de bebidas e salgados. “Vamos contar com o apoio dos jovens do Rotaract, que nos ajudarão no atendimento ao público”, destacou Angela Cecília Giovanetti Teixeira entusiasmada com a atividade que se tornou tradicional no clube. “Esta é uma atividade de entretenimento muito interessante, pois, aliamos a descontração com contribuição para as entidades parceiras”, opinou a presidente do Rotary Club de Marília-Pioneiro. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – METelefone:(14) 98137.7189 (Vivo)

Postado em 27 de Novembro de 2017

Imagem Pública é sabatinada em Campos do Jordão

O tema “Imagem Pública do Rotary”, foi bem debatido entre os participantes da 20ª Reunião dos Governadores do Estado de São Paulo (Regoesp), realizada na cidade de Campos do Jordão, no Distrito 4600 do Rotary International. Durante aproximadamente 40 minutos o tema foi expostos, debatido e questionado, dentro do painel que envolveu, também, assuntos como: Fundação Rotária, ABTRF, Instituto Rotary de Liderança e Desenvolvimento do Rotary. “Foi um espaço com um grande conteúdo rotário e bem aproveitado”, disse o coordenador do evento, o Governador do Distrito 4600 do Rotary International, Ivanir Chappaz, associado do Rotary Club de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, em São Paulo. Envolvendo 11 distritos rotários brasileiros, a Regoesp-2017 realizada em Campos do Jordão atraiu dezenas de governadores rotários que durante dois dias debateram assuntos contundentes quanto a gestão e desenvolvimento do Rotary entre os rotarianos paulistas. “Essas reuniões regionalizada servem para a discussão de questões regionais e o fortalecimento do companheirismo”, disse o Diretor do Rotary International no Brasil, o empresário Paulo Augusto Zanardi, associado do Rotary Club de Curitiba-Cidade Industrial no Distrito 4730 do Rotary International. “Estas reuniões acontecem em diversas regiões do País, concentrando assuntos específicos sobre aquela região”, falou o dirigente. “Sem contar a oportunidade de rever amigos e companheiros”, acrescentou. A Imagem Pública do Rotary foi apresentada pelo Coordenador Regional da Imagem Pública, para as Zonas 22A e 23B do Brasil, o jornalista Márcio Cavalca Medeiros, associado do Rotary Club de Marília-Pioneiro, no Distrito 4510 do Rotary International. Na introdução antes dos debates, o dirigente regional fez algumas reflexões e alertas diante do público selecionado. “Um Governador do Rotary é formador de opinião, e ele deve se manter sempre bem informado para ajudar na orientação dos demais de forma constante e contínua”, comentou o convidado. “Para isso o estudo sobre o Rotary deve ser frequente e colaborar na instrução rotária de forma permanente”, frisou o jornalista que respondeu inúmeras perguntas no momento de interatividade com a platéia. “Foram perguntas pertinentes, inteligentes e oportunas”, avaliou Márcio Cavalca Medeiros que respondeu desde subsídio da Imagem Pública, Mídias Sociais, Perfil, Agenda Positiva, Divulgação das ações rotárias e o relacionamento da IP com as demais comissões de trabalho. “Foi um momento de forte apelo rotário”, resumiu. ROTARY NO RÁDIO E NA TV – O Distrito 4480 do Rotary International, através da Governadora Maria Cristina Nocete Lopes, associada do Rotary Club de São José do Rio Preto-Centenário, conseguiu junto a Associação Brasileira das Emissoras de Televisão (ABERT) e da Associação das Emissoras de São Paulo (AESP), uma parceria em que as duas entidades apoiarão uma campanha institucional e em favor da Polio Plus, com divulgação gratuita nas emissoras de rádio e televisão pelo Brasil de material específico sobre o Rotary International e a Fundação Rotária. “Uma conquista importante, em todos os sentidos, em que devemos aproveitar e fortalecer a nossa marca, e nossas obras, de forma massificada”, comemorou Márcio Cavalca Medeiros que considera importante esse relacionamento com as emissoras de rádio e tv. “Todos irão ganhar muito com isso”, acredita o dirigente regional. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – ME

Postado em 17 de Novembro de 2017

Mudanças nos distritos rotários fortaleces o debate na Regoesp

Um dos assuntos mais delicados discutido entre os dirigentes rotários que participaram da 20ª Reunião entre os Governadores do Estado de São Paulo (Regoesp), pelo Rotary International, na cidade de Campos do Jordão, pelo Distrito 4600 do Rotary International, foi quanto a distribuição dos distritos brasileiros a partir de 2019 que passa a contar com 31 distritos rotários no Brasil. “Esse é um assunto delicado, que incomoda, mas que precisa ser debatido”, disse o anfitrião do evento estadual, Ivanir Chappaz, Governador do Distrito 4600 do Rotary International, associado do Rotary Club de São José dos Campos, no Vale do Paraíba em São Paulo. “Dai a importância da presença do nosso Diretor do Rotary International, que explicou com riqueza de detalhes, o que se passa”, completou o dirigente regional que contou com a participação do Diretor do Rotary International no Brasil, o empresário Paulo Augusto Zanardi, associado do Rotary Club de Curitiba-Cidade Industrial, do Distrito 4730 do Rotary International. Durante mais de 60 minutos Paulo Augusto Zanardi, lembrou como que iniciou o processo de reformulação dos distritos rotários brasileiros, que a partir de 2019 sete deles serão incorporados a outros sete distritos rotários, por enquanto. “Os dois distritos unidos passarão a ser um novo distrito”, comentou o Diretor do Rotary International no Brasil, que admite ser uma situação nada confortável para qualquer um dos envolvidos. “É uma situação irreversível, que precisa ser assimilada de qualquer maneira pelos rotarianos”, disse ao mencionar a recente correspondência do Presidente do Rotary International, Ian Riseley, que encaminhou aos governadores rotários distritais envolvidos no processo de realinhamento dos distritos brasileiros. Na opinião de Paulo Augusto Zanardi o fato de haver uma diminuição no número de distritos no Brasil não quer dizer que a o novo desenho entre os distritos tenha que ser da forma como o Rotary International sugere. “Já que haverá a mudança, é uma excelente oportunidade em sugerirmos como distribuir melhor os clubes entre as regiões existentes”, falou ao colocar-se a disposição dos governadores rotários para apresentar sugestões viáveis para a efetivação da mudança. “Sei que algumas regiões ficariam melhores em outros distritos em virtude da distância, dos hábitos e até da concentração de clubes e rotarianos”, comentou o dirigente que pretende se reunir com alguns dirigentes para elaborar uma proposta neste sentido. Para Paulo Augusto Zanardi é preciso que haja bom senso neste momento delicado. “Uma vez atendendo o que o Rotary International sugere, não vejo problemas em propor algo que seja melhor para os clubes”, defendeu o Diretor do Rotary International no Brasil que desde quando assumiu o cargo, em Julho, vem discutindo esse assunto insistentemente entre os dirigentes internacionais e os brasileiros. “Vamos fazer a mudança sem sofrimento e sem qualquer tipo de estresse, afinal, todos querem o bem comum”, falou ao lembrar da conquista de alguns distritos brasileiros que terão um tempo a mais para apresentar melhorias substanciais e evitar a mudança. “Nada é imposto, e sim o cumprimento das normas”, falou em tom pacificador procurando encontrar a melhor alternativa para todos. Durante a exposição que fez, Paulo Augusto Zanardi mostrou que em outras regiões do Mundo, o problema está sendo bem maior envolvendo países, culturas e história diplomáticas que são bem piores do que está havendo no Brasil. “Os Estados Unidos não só perdeu distritos, como zonas e representação”, recordou o dirigente que tem procurado equacionar a situação sem que haja perdas significativas no território nacional. “No Brasil só está mudando o desenho dos distritos, não havendo mudanças nas zonas e nem na representação”, defendeu ao lamentar o transtorno que vem causando o assunto em determinados distritos envolvidos com as mudanças. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – ME

Postado em 16 de Novembro de 2017

Reuniões Terças-Feiras | 19:30
Buffet Arte e Fato - Rua Rejente Feijó,48